Acusada de participar de chacina é agredida em presídio

A dona de casa Edna Emília Milani, uma das acusadas de ter participado, junto com o namorado, da chacina da família dele em Batatais, interior do Estado, foi linchada hoje de manhã na cadeia feminina de Altinópolis durante o horário do banho de sol, informou a Globonews. As presas, revoltadas com a chacina, tentaram matá-la. Ela estava numa cela separada das outras presas, mas o cadeado da cela foi arrebentado e Edna foi agredida com cabos de vassouras. Ela está internada em estado grave. Na chacina, que aconteceu ontem de madrugada, Edna e o namorado, o pintor Carlos Fabiano Faccion, mataram os pais dele, três irmãos e ainda feriu um irmão e uma sobrinha. Os feridos, duas crianças, estão internadas com traumatismo craniano no Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto.Segundo o depoimento de Edna à polícia, o crime foi planejado porque a família de Faccion interferia demais no namoro do filho. O crime teve ainda a participação de um menor.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.