Acusada no caso Lavínia será ouvida em julho no Rio

Lavínia Azevedo de Oliveira é apontada como assassina de menina de 6 anos, filha do seu amante

Carolina Spillari, Estadão.com.br

07 de junho de 2011 | 13h40

SÃO PAULO - Continuará no dia 4 de julho, às 16h, a audiência de instrução e julgamento do processo que investiga o homicídio da menina Lavínia Azevedo de Oliveira, de 6 anos, em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro. Uma das testemunhas a ser ouvida na ocasião é Luciene Reis Santana, de 24 anos, amante de Rony dos Santos de Oliveira, pai da menina, e acusada do crime. As informações são do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ).

O corpo de Lavínia foi encontrado no quarto de um hotel, no centro de Caxias, no dia 2 de março. Ontem, foram ouvidas apenas sete das nove testemunhas de acusação listadas pelo Ministério Público Estadual. Citado inúmeras vezes nos depoimentos, o primo do pai de Lavínia, Flávio de Oliveira Teixeira, foi intimado para depor como testemunha.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.