Acusado da morte de 6 adolescentes em Goiás dá entrevista coletiva

Acusado da morte de 6 adolescentes em Goiás dá entrevista coletiva

Pedreiro foi preso na noite do último sábado e indicou onde teria enterrado os corpos

Solange Spigliatti, do estadão.com.br

12 de abril de 2010 | 11h19

O pedreiro Admar de Jesus Silva, de 40 anos, que confessou o assassinato dos seis jovens desaparecidos entre dezembro de 2009 e janeiro deste ano em Luziânia, Goiás, será apresentado à imprensa na manhã desta segunda-feira, 12, no auditório da Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP).

 

Veja também:

link Pedreiro matou jovem logo após deixar cadeia 

 

Ele estava preso em uma cela na Delegacia Estadual de Repressão a Narcóticos (Denarc), na Cidade Jardim, em Goiânia, e foi transferido para a SSP por volta das 11 horas, para a coletiva de imprensa.

 

O pedreiro foi preso na noite do último sábado, 10, e confessou os assassinatos. Ele também indiciou o local dos corpos e possibilitou o resgate de todos até o fim da manhã de ontem, 11.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.