Divulgação/Polícia Civil
Divulgação/Polícia Civil

Acusado de aplicar mais de 170 golpes é levado à delegacia em TO

Suspeito tem várias passagens pela polícia; Zé da Torre sobe em estruturas, ameaça pular e pede dinheiro para não ir em frente

Solange Spigliatti, estadão.com.br

08 Março 2012 | 10h24

SÃO PAULO - José Carlos Conceição, conhecido como Zé da Torre, foi impedido na última segunda-feira, 5, de aplicar  um golpe na cidade de Gurupi, a 230 km de Palmas, em Tocantins. Segundo a polícia civil, Zé da Torre teria praticado o mesmo golpe em mais de 170 cidades: ele sobe em uma estrutura, ameaça pular e pede dinheiro para não saltar.

Em Gurupi, na tarde de segunda-feira, José escalou a torre de telefonia e ameaçou se jogar de uma altura de aproximadamente 25 metros. Pedia, para não saltar, R$ 900, passagem para Salvador, na Bahia, roupas e um local para descansar.

No início da ação, o homem pediu que um delegado presidisse as negociações que envolveram policiais, bombeiros e assistentes sociais da região. O delegado João Pinto, após mais ou menos uma hora de negociação, conseguiu convencer José Conceição a descer da torre.

José foi encaminhado à Central de Flagrante de Gurupi, onde foi registrado o boletim de ocorrência. De acordo com o delegado, após a liberação, várias passagens de Zé da Torre pela polícia foram identificadas. Ele tentou aplicar o golpe em várias cidades do Brasil.

Mais conteúdo sobre:
Golpecriminalidade

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.