Acusado de assassinar empresário é morto pela PM

Acusado de matar o empresário Carlos Franco de Vasconcelos, de 53 anos, em Moema, na zona sul, no dia 5, Renato dos Santos Pavan, de 26 anos, morreu na madrugada de hoje, ao trocar tiros com policiais militares. Quando a polícia chegou, graças a uma denúncia anônima, à casa de Pavan emPirituba, começou um tiroteio. Um soldado foi baleado nas pernas sem gravidade. Pavan teria cometido o crime ao lado da garota de programa Cristiane Rodrigues da Silva, de 25 anos, suanamorada, que havia sido detida no início da semana.Com a morte de Pavan, a polícia considera esclarecida a morte de Carlos Franco de Vasconcelos. A secretaria de Segurança Pública diz que o pai do empresário, foi durante a tarde no DHPP e reconheceu vários objetos encontrados na casa do acusado como sendo do seu filho Carlos Franco.Leia mais: Ligação recebida por empresário leva polícia a esclarecer sua morte

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.