Acusado de chacina é transferido para Ribeirão

Carlos Fabiano Faccion, de 25 anos, acusado de ser autor da chacina de cinco integrantes de sua família, em Batatais, no final de março, com o auxílio da companheira Edna Emília Milani, de 21 anos, foi transferido para o Centro de Detenção Provisória (CDP), de Ribeirão Preto. Ela estava na Cadeia de Itirapuã, mas o delegado local, Manir Salomão, alegou que não tinha estrutura para mantê-lo, além da população estar revoltada com sua presença. Assim, a Secretaria Estadual de Segurança autorizou a transferência. Faccion também teve problemas na Cadeia de Franca e, em Itirapuã, tentou fugir na semana passada. No CDP, por motivo de segurança, ele ficará numa cela especial. Edna está detida no anexo do 1.º DP, em Ribeirão Preto, enquanto o menor que participou da chacina está na Febem. As outras duas crianças, vítimas do trio, continua internada no HC.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.