Acusado de estuprar as filhas é encontrado morto na cadeia

Menos de 24 horas depois de ser preso, acusado de abusar sexualmente das oito filhas, o agricultor José Severino da Silva, 48 anos, foi encontrado morto nesta quinta, 13, dentro de uma cela da Delegacia de Prazeres, no município de Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife. De acordo com informações da Assessoria de Imprensa da Secretaria de Defesa Social, José Severino teria cometido suicídio, enforcando-se com um cinto. José Severino foi preso, na última quarta-feira, enquanto dirigia na BR-232, no na altura do município de Moreno, onde residia com a família. Viúvo, o homem é acusado de estuprar regularmente as oito filhas - das quais sete são menores de idade. Uma delas, de 20 anos, estaria grávida do próprio pai pela segunda vez. A garota, que não teve a identidade revelada, está no sétimo mês de gestação e já é mãe de uma criança de três anos. Segundo policiais civis que estavam de plantão na delegacia onde ocorreu a morte, o acusado havia sido levado, pela manhã, para o Centro de Triagem do município de Abreu e Lima e, em seguida, para o Presídio Aníbal Bruno. No entanto, como os agentes penitenciários estão em greve - mantendo apenas as funções essenciais - a policia civil não conseguiu efetivar a transferência, retornando com o acusado para a delegacia onde havia sido lavrado o flagrante. Lá, pouco depois de ser recolocado na cela, José Severino teria apanhado um cinto - supostamente esquecido em uma cadeira localizada nas proximidades da cela, e praticado o suicídio. O Instituto de Criminalística deverá divulgar um laudo sobre o caso nos próximos 15 dias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.