Acusado de homicídio é morto na cadeia de Sorocaba

O preso Walter José Barbosa, de 43 anos, morreu depois de ter sido agredido, ontem, por outros detentos no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Sorocaba, a 92 quilômetros de São Paulo. Barbosa estava preso desde domingo à noite, acusado de ser um dos autores do assassinato do estudante Robson Anderson Teixeira, de 18 anos, morto a tiros na Vila Nova Esperança, periferia da cidade. Segundo policiais, a morte do detento pode ter sido encomendada por outros presos, que seriam ligados ao Primeiro Comando da Capital (PCC). O diretor do CDP, delegado Dirceu Marcelino, confirmou que o estudante morto tinha amigos na prisão, mas negou ter sido essa a causa da morte de Barbosa. Esse foi o segundo homicídio ocorrido esta semana na cadeia. Na segunda-feira, o preso Anderson Fernandes Trindade, de 19 anos, foi assassinado com golpes de facas e estiletes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.