Acusado de matar agente penitenciário é preso no ES

Um homem apontado como suspeito de ter assassinado um agente penitenciário no distrito de Fundão, Espírito Santo, foi preso nesta quarta-feira pela Polícia Civil do Estado. Ele foi levado para a Divisão de Homicídios. Seu nome não foi divulgado.De acordo com a polícia, o suspeito tinha uma arma em casa, mas não do mesmo calibre usado na execução de Claudio Luiz de Brito Barcelos, de 37 anos, assassinado com sete tiros na noite de sábado.Ele trabalhava na Casa de Custódia de Viana e foi morto na presença dos filhos, uma menina de 4 anos e um menino de 6.Sobre o corpo, os assassinos deixaram um bilhete, ameaçando matar mais agentes caso a Força Nacional de Segurança, que atua no complexo penitenciário de Viana, não deixe o Estado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.