Acusado por chacina, PM pega 542 anos

O Tribunal do Júri de Nova Iguaçu condenou ontem o cabo da PM José Augusto Moreira Felipe a 542 anos de prisão. Ele foi o segundo policial militar condenado por participação na Chacina da Baixada, que deixou 29 mortos e um ferido em 31 de março de 2005. O julgamento durou três dias e, ao final da leitura da sentença, familiares das vítimas soltaram fogos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.