Acusados de explodir caixa eletrônico são presos em SP

Pedro Henrique Castro, de 20 anos, e o irmão dele, um adolescente de 15 anos, foram presos pela polícia de Rio Claro, interior de São Paulo, com 30 quilos de explosivos. Eles são acusados de furtar dezenas de quilos de dinamite de uma construtora da cidade. Os suspeitos são acusados também de terem explodido um caixa-eletrônico de Rio Claro na semana passada. Segundo um dos presos, que confessou o crime, a explosão foi feita apenas para testar a potência da dinamite e só não levaram o dinheiro porque o cofre resistiu à explosão. Duas armas de fogo teriam sido trocadas por parte deste material roubado, segundo a polícia, que já tem pistas de quem fez a troca.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.