Adiada licitação para coleta de lixo em SP

A abertura do processo de licitação para coleta de lixo e varrição em São Paulo, que pode acabar com uma série de contratos de emergência na área, vai atrasar. O Departamento de Limpeza Urbana (Limpurb) adiou para o fim da primeira quinzena de setembro o lançamento do edital de concorrência. O secretário de Serviços e Obras, Jorge Hereda, queria abrir o processo, no máximo, até hoje. Segundo a assessoria de imprensa da pasta, a abertura da licitação foi adiada pois o Limpurb está estudando novas propostas, sugeridas na última audiência pública do lixo, no dia 14.De acordo com a assessoria, foram feitas muitas propostas que estão sendo analisadas uma a uma. A intenção da secretaria é evitar ao máximo as contestações judiciais contra o edital. A última licitação do lixo em São Paulo foi concluída em 1995. Os contratos acabaram em abril do ano passado. Desde de então, o serviço vem sendo mantido a base de emergências semestrais. Duas foram realizadas na gestão do ex-prefeito Celso Pitta (PTN) e outras duas na gestão de Marta Suplicy (PT).O secretário de Serviços e Obras já adiantou que não será possível terminar a licitação do lixo até 18 de outubro, data em que os atuais contratos de emergência se encerram. Portanto, uma nova emergência será necessária.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.