Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Adiado julgamento do filho do ex-presidente da Agroceres

Foi adiado mais uma vez o julgamento do empresário Frederico Vanetti de Araújo, de 39 anos, acusado de matar o pai, Ney Bittencourt de Araújo, de 59, ex-presidente da Agroceres, em 14 de janeiro de 1996.Frederico deveria ser julgado nesta terça-feira, no 1º Tribunal do Júri do Fórum da Barra Funda, em São Paulo.Araújo foi encontrado morto, com um tiro no peito, na garagem do prédio onde morava, nos jardins. Durante o inquérito, Frederico apresentou várias versões para a morte. Falou em disparo acidental e suicídio, entre outras versões.Frederico foi acusado pelo Ministério Público de homicídio qualificado. O exame residuográfico do Instituto de Criminalística revelou que havia pólvora nas mãos dele, que teve a prisão preventiva decretada. Frederico ficou na cadeia de fevereiro a outubro de 1996 e foi liberado pelo Superior Tribunal de Justiça.

Agencia Estado,

19 de novembro de 2002 | 22h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.