AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Administração do trem do Corcovado é assaltada pela 1.ª vez

A administração do trem do Corcovado foi assaltada pela primeira vez desde o início da prestação do serviço, há 122 anos. No dia 20, cinco homens armados invadiram o prédio nos fundos da estação, no bairro do Cosme Velho, zona sul do Rio, dominaram os sete funcionários e fugiram levando R$ 8 mil.O crime foi às 9h30, uma hora depois do início do expediente na parte administrativa, que tem entrada independente da utilizada por quem sobe até o Cristo Redentor de trenzinho. Segundo o diretor da empresa responsável pela estação, Sávio Neves, a ação durou apenas quatro minutos."Foi coisa de profissional. Eles estavam de ternos e muito calmos", relatou a partir de informações dos funcionários. No momento do assalto Neves estava fora, tomando café da manhã com a cúpula da Polícia Militar para discutir segurança.O dinheiro roubado seria usado na bilheteria como troco. Depois do crime, foi instalado um sistema de câmeras que monitora toda a área externa da estação. Na noite de 31 de março um grupo de oito traficantes metralhou a estação de trem que leva ao maior símbolo do Rio. A réplica do trenzinho, que fica na parte da frente, recebeu vários tiros. Ninguém se feriu.

Agencia Estado,

02 de outubro de 2004 | 10h51

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.