Adolescente com dengue morre no norte do Paraná

Uma adolescente de 15 anos, que morreu na madrugada de domingo, 22, em Maringá, no norte do Paraná, tinha o vírus da dengue. No entanto, o diretor clínico do Hospital Municipal, Ricardo Plepis, disse que não é possível afirmar que essa foi a causa da doença, visto que a adolescente tinha outras doenças, que foram agravadas pelo presença do vírus. "Ela tinha outras doenças e a dengue agravou a situação", acentuou Plepis. No atestado de óbito foi registrado como indeterminada a causa da morte. A jovem procurou o hospital na noite de sábado, passou a receber soro, mas não resistiu e morreu na madrugada. Somente na manhã de segunda-feira, 23, os exames comprovaram que ela tinha o vírus. O corpo foi sepultado no Cemitério Municipal. Este é o terceiro caso de morte em pessoas com dengue este ano, todos na mesma região. A primeira a morrer foi Maria Izabel Gil dos Reis, de 58 anos. Ela morreu em Londrina, mas tinha passado antes por Maringá. Depois, um senhor de 66 anos morreu em Doutor Camargo, a cerca de 30 quilômetros de Maringá. Maringá é um dos municípios com mais casos de dengue este ano no Estado. Já foram notificados 4.677 casos e confirmados 1.142. No Paraná, são mais de 5,6 mil casos positivos em mais de 16 mil notificações.

Agencia Estado,

24 Abril 2007 | 14h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.