Divulgação
Divulgação

Adolescente confessa ter atirado alicate em colega no Rio

Menino de 12 anos precisou fazer cirurgia para retirar alicate da cabeça

Solange Spigliatti, estadão.com.br

06 de outubro de 2011 | 14h12

SÃO PAULO - O adolescente de 13 anos que atirou um alicate contra Simão Felipe Nascimento Coelho de Oliveira, de 12 anos, no último domingo, na Baixada Fluminense, no Rio, confessou ter atirado a ferramenta, segundo informações da Polícia Civil.

No mesmo dia do acidente, segundo a polícia, o menor compareceu à 62ª DP (Imbariê) junto com seu pai e confessou, durante depoimento, que atirou o alicate durante discussão entre os dois, enquanto consertava uma bicicleta. A ferramenta acertou a cabeça de Simão. O delegado Hilton Alonso, titular da 62ª DP, aguarda a alta de Simão para ouvir a versão do garoto. Testemunhas também devem ser ouvidas.

Simão foi encaminhado ao Hospital Estadual Adão Pereira Nunes, depois de passar pelo Posto de Saúde do Imbariê. A criança passou por uma cirurgia craniotomia occipital esquerda com retirada do corpo estranho e drenagem do hematoma na madrugada de segunda-feira. Ele passa bem e não apresentou déficit neurológico motor no pós-operatório.

Mais conteúdo sobre:
aloicateadolescenteRio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.