Adolescente confessa ter matado universitária

Com a prisão de um adolescente, com idade entre 15 e 16 anos, está esclarecido o latrocínio de que foi vítima a estudante universitária Cristiane Matheus Bernias, de 21 anos, ocorrido no dia 6 de novembro último, na Vila Invernada, zona Leste. Policiais da chefia dos investigadores do 29º DP ? Vila Diva, para os quais o adolescente confessou ter matado a jovem, agora estão à procura de um comparsa dele, que está foragido.Estudante do último ano do curso de Administração de Empresas, da Universidade São Marcos ? na unidade Tatuapé, que funciona no prédio do antigo Shopping Sílvio Romero Plaza -, Cristiane havia dado carona, em seu Fiat Palio, para uma colega de escola. Assim que pararam à porta da casa, pouco depois das 23h, elas foram surpreendidas pelos dois marginais, que anunciaram o assalto. Assustada, a jovem acelerou o carro, foi atingida por um tiro na cabeça e perdeu o controle do veículo que bateu no muro de uma residência. Os marginais desistiram de dar continuidade ao assalto e fugiram a pé. A amiga de Cristiane assumiu a direção do Palio e a socorreu ao PS Municipal do Tatuapé, onde ela morreu, pouco depois.A chefia dos investigadores do 29º DP assumiu as deligências e valeu-se também de algumas denúncias. Por volta de 21h30 de quarta-feira conseguiram prender o adolescente e, depois de ouvi-lo em sindicância, o deixaram numa sala da delegacia para encaminha-lo à Febem, ao amanhecer.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.