Wilson Dias/Agência Brasil
Wilson Dias/Agência Brasil

Adolescente de 14 anos morre após ser atropelado em lixão

Caso aconteceu no Lixão da Estrutural, localizado a poucos quilômetros do Palácio do Planalto, em Brasília

Paulo Beraldo, O Estado de S.Paulo

14 de setembro de 2017 | 19h51

SÃO PAULO - Um adolescente de 14 anos morreu após ser atropelado por um caminhão de uma empresa de coleta de lixo nesta quinta-feira, 14, em Brasília. O acidente ocorreu no interior do Aterro Sanitário da Cidade Estrutural, conhecido popularmente como "Lixão da Estrutural", localizado a cerca de 20 quilômetros do Palácio do Planalto. 

O jovem foi socorrido pelo Serviço Móvel de Urgência (Samu) e levado para um hospital do Distrito Federal, mas morreu no local. Segundo informações da 8ª Delegacia de Polícia, o jovem trabalhava com seu pai no lixão e teve parte do corpo atropelada. 

O motorista, um homem de 34 anos, foi encaminhado à DP para esclarecer o caso. Ele explicou que, ao chegar no local para descarregar o caminhão, um grupo de catadores subiu na caçamba do veículo e "batia insistentemente" ali. Então, desceu para verificar o que estava acontecendo e viu o jovem com as pernas ensanguentadas. 

Ele foi socorrido pelo Samu, mas não resistiu e morreu no hospital. Em nota, o Serviço de Limpeza Urbana (SLU) do DF informou que as circunstâncias do acidente ainda não estão esclarecidas, mas que a empresa prestará assistência à família e vai se responsabilizar pelos gastos do funeral. 

"No entanto, o SLU não tem como impedir a entrada de catadores de forma clandestina na área que, embora cercada, tem 6km de perímetro". A nota diz ainda que esse é um dos motivos da decisão de encerrar as atividades no Lixão, que irá acontecer em outubro, por determinação do governador Rodrigo Rollemberg (PSB). 

Mais conteúdo sobre:
Brasília [DF]

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.