Adolescente diz ser líder de bando responsável por arrastões em SP

Bando envolvido em assaltos a restaurantes seria composto por 15 pessoas já identificadas pela polícia

Marcelo Godoy e Arthur Rodrigues, O Estado de S.Paulo

13 Junho 2012 | 09h28

Atualizada às 13h07

A Polícia Civil apreendeu na noite da última terça-feira, 12, duas pessoas suspeitas de pertencer a uma quadrilha responsável pela maioria dos arrastões a restaurantes da capital paulista. Um dos detidos é um adolescente de 16 anos, que se declara líder do bando e já foi reconhecido como participante de assaltos a seis estabelecimentos.

Na casa de um dos presos, no Glicério, a polícia encontrou celulares, computadores, bolsas, carteiras, documentos e até um alvo usado para praticar tiro ao alvo.

Segundo a polícia, o bando chefiado pelo adolescente é composto por cerca de 15 pessoas e já está quase totalmente identificado.

Onda de arrastões. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, já foram 14 arrastões em bares e restaurantes neste ano. O sindicato  da categoria fala em 20 assaltos. Na madrugada desta terça-feira, mais um bar foi vítima desse tipo de assalto.

Também nesta terça-feira, 12, o governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) participou de reunião com a cúpula da segurança pública e representantes de restaurantes. E anunciou ações para minimizar os arrastões, como reforço da segurança pelos próprios restaurantes, combate à receptação de produtos roubados e o projeto Vizinhança Solidária, instalado no ABC pelo atual comandante-geral da PM, Roberval França.

Visualizar Arrastões em restaurantes em um mapa maior

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.