Street View
Street View

Adolescente é agredida e mordida por companheiro ao defender cachorro do casal

Vítima teve mordida nos dois braços, o nariz quebrado e ficou com um corte de faca no pé. Ataque do homem começou após cão subir no sofá da casa da família

Leonardo Augusto, especial para O Estadão

16 de setembro de 2020 | 20h55

Uma adolescente de 16 anos foi agredida e mordida pelo companheiro ao defender o cachorro do casal que estava sendo atacado por esse homem. O animal teria subido no sofá da casa, localizada no Morro do Papagaio, em Belo Horizonte, o que teria motivado xingamentos e agressões contra o cão da raça pitbull. 

A adolescente levou mordidas nos dois braços, teve o nariz quebrado e um corte feito por faca no calcanhar, segundo consta no boletim de ocorrência da Polícia Militar. As agressões só pararam quando uma vizinha interveio. O registro é de domingo, às 10h27. A garota foi encaminhada para o Hospital de Pronto Socorro João XXIII, na capital mineira. O homem fugiu no momento da agressão e ainda não foi localizado.

A ocorrência foi encerrada como lesão corporal. Caberá agora às investigações, a cargo da Polícia Civil, o enquadramento do caso na Lei Maria da Penha. Segundo a corporação foi instaurado inquérito para averiguar o que ocorreu. A adolescente já foi ouvida. "Todas as medidas cabíveis já estão sendo realizadas para apurar as circunstâncias do fato. As investigações prosseguem a fim de localizar o suspeito", diz a PC, em nota.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.