Adolescente é amarrada à árvore e torturada por colegas de escola em MG

Menina de 14 anos foi agredida e incendiada em Betim; meninas suspeitas ainda são procuradas

Marcelo Portela, O Estado de S.Paulo

13 de dezembro de 2011 | 18h13

BELO HORIZONTE - Uma adolescente de 14 anos foi torturada por quatro garotas que seriam colegas de escola da vítima. O crime ocorreu na noite de segunda-feira, em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte. A jovem está internada no Hospital Regional do município. O hospital não confirmou o estado da garota e disse apenas que o quadro é grave, mas estável.

Segundo a Polícia Militar, a adolescente contou que saiu de casa de noite para se encontrar com as colegas. Quando se juntou ao grupo, foi arrastada para um matagal no bairro Citrolândia e amarrada em uma árvore.

As agressoras deixaram a vítima seminua e deram várias estocadas na jovem com um instrumento que, de acordo com a PM, pode ser uma chave de fenda. Em seguida, as suspeitas atearam fogo nas pernas e pés da garota e fugiram, deixando a vítima amarrada.

Ela foi encontrada por moradores, que acionaram a polícia. Os militares encontraram a jovem consciente, mas, apesar de contar quem a torturou, não quis revelar o motivo da agressão. Até o fim desta manhã, as suspeitas não haviam sido encontradas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.