Adolescente é degolado dentro de casa no Morumbi

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga a misteriosa morte de um adolescente de 17 anos que vivia sozinho em uma casa na Rua Sebastião Falconi, na Super Quadra Morumbi, ao lado do Cemitério da Paz, na zona Sul da capital. Caído no quintal, com marcas de tiros nas costas e degolado, Marco Antonio Mattos era um jovem que não trabalhava nem estudava e morava em uma casa sem energia elétrica, ao lado do Cemitério da Paz.A mãe do rapaz, Nicéias da Silva Matos, mora em Santos e veio para a capital assim que soube da morte do filho. "Ela nos disse que deixou de pagar a conta de luz para forçar o filho a trabalhar. A hipótese de latrocínio não está descartada, mas é pouco provável", disse o delegado Antonio Fernando Paparela, do 89º Distrito Policial, do Portal do Morumbi.Os peritos encontraram, por volta das 19h30 desta quarta-feira, no interior da casa, uma bainha, supostamente a da possível faca usada pelo assassino para degolar o adolescente. Segundo um primo e a mãe do rapaz, ele nunca demonstrou ter envolvimento com drogas. "A casa onde ele morava, humilde, com algumas cadeiras, uma mesa e pouca coisa além disso, é a única que destoa das demais", ressaltou o delegado. Não há suspeita para a autoria do assassinato, mas a polícia acredita em crime de vingança, pois o rapaz morava sozinho, não trabalhava e, misteriosamente, conseguia o próprio sustento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.