Adolescente mata tio com disparo acidental em Minas Gerais

Lavrador não tinha autorização de posse de arma, que também não era registrada

Priscila Trindade, da Central de Notícias,

10 Julho 2009 | 17h21

Um homem de 35 anos morreu após um disparo acidental feito pelo próprio sobrinho, um adolescente de 13 anos, na manhã desta sexta-feira, 10, na zona rural de São Gonçalo do Sapucaí, em Minas Gerais.

 

Segundo informações da polícia civil da região, o menor estava brincando com o revólver calibre 22 que pertenceria ao tio. O tiro acertou o peito do lavrador Adilson Gonçalves. Ele chegou a ser encaminhado a Santa Casa, mas morreu a caminho do hospital. O menino vai ser ouvido pela polícia ainda nessa sexta. A arma não tem registro e Gonçalves não tinha autorização de posse da arma.

Mais conteúdo sobre:
arma Minas Gerais morte

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.