Adolescente mata um e fere dois durante show em Maringá

Jovem de 17 anos afirma que se sentiu ameaçado após briga com o irmão de sua namorada

Evandro Fadel, de O Estado de S. Paulo,

27 Outubro 2008 | 14h06

Um adolescente de 17 anos, identificado como A.F., foi apreendido na noite de domingo, em Maringá, no norte do Paraná, sob acusação de ter matado Jonathan, de 14 anos, durante um show sertanejo no Parque de Exposições Francisco Feio Ribeiro. O motivo da morte seria uma desavença antiga entre os dois, em razão de o rapaz morto não ter gostado de um relacionamento entre sua irmã e o infrator. Outras duas pessoas ficaram feridas.   À polícia, A.F. afirmou que passara a andar armado por se sentir "ameaçado". A arma, um revólver calibre .22, teria sido comprada no município de Nova Londrina havia cerca de seis meses. A estimativa é de que cerca de 20 mil pessoas estavam no show. Uma outra adolescente e um jovem de 20 anos também foram atingidos, mas não correm risco de morte. Eles não tinham qualquer envolvimento com a rixa.   O adolescente disse que Jonathan vinha em sua direção e ele acreditava que seria agredido, por isso teria reagido atirando. No entanto, a irmã de Jonathan afirmou que eles iam até o bar comprar refrigerante, quando foram surpreendidos pelos tiros. Com A.F. a polícia encontrou cocaína e R$ 60.   Ele teria confessado que é traficante e que o dinheiro era resultado de uma venda feita pouco antes. O menino foi indiciado por homicídio, duas tentativas de homicídio e tráfico de drogas. Ele entrou no local do show com o revólver escondido dentro da meia.

Mais conteúdo sobre:
assassinato Maringá

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.