Adolescente morre ao manusear arma do pai em SP

Ao mostrar a arma do pai, um revólver calibre 38, a um colega, um adolescente, de 14 anos, atirou acidentalmente contra a própria virilha e, mesmo encaminhado ao pronto-socorro da Santa Casa de Misericórdia, no centro da capital paulista, morreu. A tragédia, registrada no 39º Distrito Policial, de Vila Gustavo, pelo delegado Cláudio Paganoto de Araújo, ocorreu por volta das 17h30 de ontem no interior do apartamento 52 do edifício localizado na altura do nº 683 da Avenida Júlio Buono, também na Vila Gustavo, na zona Norte de São Paulo. O pai do garoto, o delegado Vanderley do Amaral, que atua na Polícia Civil do Mato Grosso do Sul, não estava em casa no momento do acidente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.