Adolescente morre com disparo acidental

A adolescente Raiane Galbarine dos Santos, de 14 anos, morreu dentro de casa após disparo acidental de arma de fogo, em Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo.A irmã da vítima, Michele Galbarine dos Santos, de 21 anos, que teria testemunhado o acidente, disse ao delegado Gustavo Henrique Bezerra da Cunha que seu namorado, Ronaldo Gonçalves, de 23 anos, flagrou Raiane com o revólver, que pertence a ele.Ronaldo teria provocado a adolescente, ao dizer que ela não seria corajosa para disparar contra o casal. Segundo Michele, Ronaldo puxou a arma das mãos de Raiane que, ao tentar tomá-la novamente, teria provocado o disparo.O tiro atingiu o ombro da garota. Mesmo levada a um pronto-socorro do SUS, a adolescente não resistiu ao ferimento e morreu. Ronaldo já possui passagem pela polícia e está foragido. Disparo acidental também faz vítima em SuzanoO ajudante de mecânico Édson Patrício dos Santos, de 23 anos, foi detido, no início da noite desta quarta-feira, por policiais militares de Suzano, depois matar um colega acidentalmente. Norival Dias da Silva, de 30 anos, foi baleado dentro de um depósito de materiais, no bairro Boa Vista.Santos disse aos policiais que disparou contra Norival acidentalmente ao manusear um revólver calibre 38 da própria vítima.O tiro atingiu o ombro e atravessou tórax de Silva, que trabalhava como ajudante no depósito e morava em um quarto no mesmo terreno. Mesmo levado para um hospital da região, Norival não resistiu aos ferimentos e morreu.O delegado Roberto César Rents, do Distrito Policial Central de Suzano, indiciou o ajudante de mecânico por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. Como não tem antecedentes criminais, Santos foi liberado após pagar 300 reais de fiança e responderá pelo crime em liberdade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.