Adolescente que atropelou e matou garçom é apreendido no Rio

Dona do carro, a mãe do garoto de 17 anos será indiciada sob acusação de homicídio culposo de trânsito, segundo a polícia

Felipe Werneck, O Estado de S. Paulo

05 de junho de 2013 | 12h17

RIO - Um garoto de 17 anos acusado de atropelar e matar o garçom José Pinheiro Lopes, de 59, com o carro da mãe na madrugada de quinta-feira, 30, em Jacarepaguá, zona oeste do Rio, foi apreendido nessa terça-feira, 4, em sua casa por agentes da 32ª DP (Taquara). O adolescente teria fugido após o acidente e afirmou que só falará sobre o caso em juízo.

Segundo a polícia, a mãe do garoto será indiciada sob acusação de homicídio culposo de trânsito. Ela também é acusada de fraude processual (por ter escondido o carro em uma oficina) e entrega temerária de veículo (por ter emprestado o carro para o filho, que não tem carteira de habilitação). O advogado do jovem, Eduardo Cavalcante Gonçalves, afirmou que o local do acidente é mal iluminado e mal sinalizado.

O garoto vai responder por ato infracional análogo a homicídio culposo e fuga de local de acidente. Ele pode receber uma pena de internação provisória.

Tudo o que sabemos sobre:
AtropelamentomenorRio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.