Polícia Civil da Paraíba
Polícia Civil da Paraíba

Adolescente usa arma do pai e mata mãe e irmão em cidade da Paraíba, diz polícia

Investigadores informaram que o garoto de 13 anos confessou o crime em depoimento. Motivação seria cobrança por boas notas na escola e celular confiscado

Isabela Moya, especial para o Estadão

21 de março de 2022 | 14h12

A Polícia Civil da Paraíba apreendeu em flagrante, no sábado, 19, um adolescente de 13 anos suspeito de ter matado a mãe e o irmão de 7 anos, além de ter ferido o pai com um disparo no tórax, na cidade de Patos, na Paraíba. O jovem confessou o crime aos investigadores e disse que o motivo foi ter se sentido pressionado a tirar boas notas na escola e ter sido proibido de jogar um jogo e de ter acesso ao celular.

O crime aconteceu na residência da família, quando o adolescente usou a arma de seu pai, policial militar reformado, para atirar contra os parentes. Apenas o pai sobreviveu. Após o crime, o jovem guardou a arma utilizada e acionou o Samu e a polícia.

Foi decretada a internação provisória do adolescente por 45 dias e nesta segunda-feira, 21, ele foi levado ao Centro Educacional do Adolescente (CEA) da Paraíba.

O pai, de 56 anos, foi socorrido e levado a um hospital. Ele se encontra em estado estável, mas não sente os membros inferiores devido à bala que ficou alojada na coluna.

“A virtualização da vida tem banalizado os laços afetivos e afastado as pessoas do contato e convívio social, provocando destruição de famílias”, declarou o delegado Renato Leite, responsável pelo caso.

Tudo o que sabemos sobre:
Paraíba [estado]Patos [PB]homicídio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.