Adolescentes desaparecidas são encontradas mortas

Os corpos das adolescentes Tarcila Gusmão e Maria Eduarda Dourado, de 16 anos, foram encontrados nesta terça-feira à tarde, em Camela, município de Ipojuca, no litoral sul de Pernambuco, em um canavial às margens da PE-06, pelo pai de Tarcila, o comerciante José Vieira. Elas estavam desaparecidas desde o dia 4.Hospedadas na casa de amigos na Praia de Serrambí, naquele município, elas sumiram quando se dirigiam à praia vizinha de Porto de Galinhas. Os corpos, em decomposição, estavam de bruços, próximos um do outro e com ferimentos na cabeça, provavelmente devido a disparos de revólver.Laudo conclusivo do Instituto de Criminalística deve ser divulgado na próxima sexta-feira. Elas devem ter sido mortas no local. José Vieira decidiu fazer uma busca paralela às realizadas pela polícia e, acompanhado de um amigo, usando uma moto, passou a procurar pela região, chegando aos corpos à tarde.O reconhecimento foi feito a partir das roupas e bijuterias usadas pelas adolescentes. O delegado responsável pelo caso, José Silvestre, do Grupo de Operações Especiais (Goe), informou que nenhum suspeito foi identificado até agora.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.