Advogada é presa por clonar cartões do INSS

A Polícia Militar de São Paulo prendeu em flagrante esta manhã uma advogada acusada de clonar cartões do INSS. De acordo com as primeiras informações da polícia, uma denúncia anônima indicou o endereço da estelionatária. Na casa localizada na Rua Francisco Alves Bezerra, 1570, no Parque Edu Chaves, zona Norte, foram encontrados cerca de 300 cartões do INSS clonados, uma máquina de clonagem, um laptop e diversos documentos falsos. A acusada foi encaminhada para o Departamento de Investigações sobre Crimes Patrimoniais da Polícia Civil (Depatri).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.