Advogadas são presas em flagrante furtando CDs

As advogadas Andréa Carla Braz Rossi, de 36 anos, e Virgínia Patrícia Oliveira Zinzein, de 24 anos, foram presas em flagrante ontem à noite, depois de tentarem roubar CDs e batons em um supermercado de São José dos Campos, no Vale do Paraíba. Andréa era advogada da Câmara Municipal de Jacareí e Virgínia Zinzein trabalhava na JARI, do Departamento Municipal de Trânsito da mesma cidade. O flagrante aconteceu por volta das 22h30, quando as advogadas faziam compras no supermercado Carrefour. Em atitude suspeita, elas eram observadas pelo circuito interno de câmeras do estabelecimento comercial. Ao passarem pelo caixa com alguns alimentos, os seguranças notaram que os CDs não constavam da compra. No momento em que saíram do estabelecimento, em direção ao estacionamento do supermercado, o alarme foi acionado. Abordadas pelos seguranças, as duas resistiram à checagem das bolsas, mas depois confessaram o furto. Segundo depoimento dos seguranças à polícia, ao serem descobertas, elas tentaram pagar os produtos, mas a direção do supermercado não aceitou e manteve o flagrante. Na bolsa das advogadas, os seguranças encontraram doze CDs e sete batons. Elas estão presas na cadeia pública de Caçapava.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.