Advogado de Bida falta e julgamento é adiado

Advogado de Bida falta e julgamento é adiado

PARÁ

, O Estado de S.Paulo

01 de abril de 2010 | 00h00

Marcado para ontem, o terceiro julgamento do fazendeiro Vitalmiro Bastos de Moura, o Bida, acusado de ser um dos mandantes do assassinato da missionária Dorothy Stang, foi adiado e deve ser realizado no dia 12. O motivo foi a ausência do advogado Eduardo Imbiriba, que justificou a falta com um bilhete alegando estar aguardando recurso do STJ para que seu cliente responda em liberdade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.