Advogado de L. pede R$ 500 mil por danos

Os advogados da adolescente L., que em novembro de 2007 ficou presa com 20 homens em uma cela da delegacia de Abaetetuba, no Pará, vão à Justiça com pedido de indenização por danos morais. Eles devem requerer o pagamento de R$ 500 mil e mais uma pensão de dois salários mínimos para o resto da vida. O pedido será apresentado hoje à Justiça, enumerando as várias violências sofridas pela menina à época, quando tinha apenas 15 anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.