Advogado diz que decisão do TSE não muda candidatura de Lessa

O advogado do ex-governador de Alagoas, Ronaldo Lessa, disse que nada muda quanto à candidatura de Lessa ao Senado pelo PDT. O ex-governador foi declarado inelegível por três anos por uma decisão do Tribunal Superior Eleitoral confirmada na terça-feira. Adriano Soares explicou que enquanto o processo de inelegibilidade não for transitado em julgado ele permanece candidato. "E se for eleito será diplomado e exercerá o mandato, independentemente de qualquer decisão judicial desse processo", assegurou. Lessa desembarca na tarde desta quarta-feira, 9, no aeroporto internacional Zumbi dos Palmares, em Maceió, onde concede entrevista à imprensa. Ele deve falar sobre a decisão do TSE.A decisão do TSE atingiu também o ex-prefeito de Maceió, Alberto Sextafeira, candidato a deputado estadual pelo PSB. Sextafeira foi o candidato de Lessa a prefeitura de Maceió, mas perdeu para Cícero Almeida (PTB). Lessa e Sextafeira tiveram os direitos políticos cassados por três anos, acusados de cometer crime eleitoral nas eleições municipais de 2004. A decisão inicial da cassação foi tomada pelo juiz James Magalhães, que na semana passada foi afastado das eleições de 2006 pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), a pedido do ex-governador. A decisão de Magalhães foi mantida pelo TER e confirmada na terça-feira por seis a zero pelos ministros do TSE.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.