Advogado é morto após sacar R$ 24 mil do banco

O advogado Pedro Carlos Martins Bahia, 35 anos, foi assassinado hoje após sacar R$ 24 mil no Banco Itaú da Asa Norte, a cerca de seis quilômetros de distância do Palácio do Planalto. Bahia, com registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) há cinco anos, estava no estacionamento, quando foi abordado por um motoqueiro. Quis reagir, levou um tiro no braço. Em seguida, mais dois tiros no peito. O assaltante pegou o dinheiro e conseguiu escapar. O presidente da OAB-DF, Safe Carneiro, enviou uma carta ao governador Joaquim Roriz pedindo providências imediatas para identificar o criminoso. "Lamento o crescimento da violência no DF", disse Carneiro. A delegacia de polícia investiga a participação de outros comparsas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.