Advogado é preso em cidade baiana por tráfico de menores

Polícia Federal prendeu, na cidade de Ilhéus, condenado de mandar crianças para adoção no exterior

Solange Spigliatti, estadao.com.br

15 de julho de 2008 | 14h30

A Polícia Federal (PF) de Ilhéus, na Bahia, prendeu na manhã desta terça-feira, 15, o advogado P. R. C. F., condenado por tráfico de crianças para adoção no exterior, na cidade de Canavieiras. Segundo a PF, o advogado foi preso em casa, às 6h30 da manhã, depois de a Justiça Federal na cidade baiana expedir um mandado de prisão. O mandado foi emitido após P. R. C. F. ser condenado pelo crime de promover ou auxiliar a efetivação de ato destinado ao envio de criança ou adolescente para o exterior com inobservância das formalidades legais ou com o fito de obter lucro, quando foi flagrado em um processo adotivo irregular, no ano de 1993, na cidade de Itapetinga. O preso espera agora pela transferência, que deve acontecer ainda nesta terça, para a Colônia Penal Lafayete Coutinho, em Salvador, onde cumprirá pena de 4 anos de reclusão em regime semi-aberto.

Tudo o que sabemos sobre:
PFBahiaIlhéus

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.