Advogado é preso por vender apostilas de curso da OAB

O advogado Jomateleno dos Santos Teixeira, conhecido como dr. Leno, foi preso neste sábado por propaganda enganosa, crime pelo qual respondia desde o ano 2000. Ele vendia apostilas de um curso preparatório para os exames da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), que não existia. Ele foi levado para o 13º Distrito Policial, na Casa Verde, e vai cumprir seis meses e seis dias de prisão, segundo o delegado Cláudio Salles Jr., do Grupo de Operações Especiais (GOE). Em fevereiro, Teixeira foi preso em flagrante por manter uma falsa Delegacia do Cidadão, na qual se registrava boletins de ocorrência, instaurava inquéritos, intimava acusados e até negociava, em troca de dinheiro, o arquivamento de denúncias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.