Advogado não conversou com acusado de crimes pela internet

Pais do jovem apontado como o líder da quadrilha também estão presos

Agencia Estado

27 de junho de 2007 | 14h50

O advogado contratado para a defesa de Allan Denis Pereira de Souza, de 22 anos, José Teodoro Alves, disse, na noite de segunda-feira, que ainda não tinha conversado com o cliente, que foi preso em Guaratuba, no litoral do Paraná. Pereira é apontado como líder de uma quadrilha especializada em furto de dinheiro de contas bancárias pela internet.Segundo a polícia, no momento da prisão, Pereira estava chegando a Apucarana, no norte do Estado, onde estaria a sede da quadrilha.Alves também foi contratado para a defesa dos pais de Allan, José Aparecido e Maria Cristina, acusados pela polícia de colaboração com a quadrilha e que também foram presos. "Eles não têm culpa", afirmou o advogado.

Tudo o que sabemos sobre:
internetroubo de contasParaná

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.