Advogado preso depois de assaltar fábrica em Mogi das Cruzes

Armado com uma pistola calibre 380 municiada com 14 projéteis, sem portar nenhum documento e ocupando um Fiat Uno do próprio pai ao lado de dois comparsas, o advogado Glauco Rogério Vasques, de 30 anos, com registro na OAB-SP, dono de um escritório de advocacia no centro de Guarulhos, foi detido por volta das 0h30 da madrugada desta terça-feira após assaltar a empresa Kaiatanos Indústria e Comércio Ltda., que produz ovo em pó, situada na altura do km 06 da Estrada Mogi - Salesópolis, no bairro de Cocuera, em Mogi das Cruzes, na grande São Paulo. Policiais militares da 4ª Companhia do 17º Batalhão foram acionados por testemunhas do roubo e localizaram o trio dentro do Fiat Uno branco do pai do advogado, ainda próximo à empresa assaltada. Um dos bandidos detidos, Ricardo Alexandre da Silva, 27, que já possui passagem pela polícia por roubo, é funcionário da firma e foi quem passou as informações para os dois colegas assaltantes. O outro bandido preso é Antonio Moreno Filho, de 49 anos. O vigia da empresa, ao ser chamado por Ricardo e reconhecê-lo, abriu a porta da fábrica, mas não esperava que fosse rendido pelos amigos do rapaz. Com o trio, que procurou pelo cofre da empresa e não conseguiu roubar praticamente nada, a polícia recuperou R$ 38,60 e vales-transporte, além de uma nota fiscal da firma. O advogado e seus dois comparsas foram indiciados por tentativa de roubo pelo delegado João Carlos de Moraes, do 2º Distrito Policial de Mogi das Cruzes.

Agencia Estado,

24 Junho 2003 | 05h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.