Advogados do Sindicato dos Motoristas de SP são ameaçados

Dois advogados da chapa de oposição do sindicato dos motoristas de São Paulo, prestam depoimento esta manhã na sede da Polícia Federal. Os dois homens, que não tiveram as identidades reveladas, teriam recebido ameaças de morte na noite desta terça-feira. Ontem, a PF divulgou novas denúncias envolvendo o nome do ex-presidente do sindicato, Edivaldo Santiago, acusado de matar o presidente do sindicato dos motoristas de Guarulhos, Maurício Alves Cordeiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.