Aécio analisará "com cautela" envio de comissão ao RJ

O presidente da Câmara e governador eleito de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB-MG), foi cauteloso ao falar da sugestão do deputado Fernando Gabeira (PT-RJ), de designar uma comissão parlamentar para acompanhar as investigações das ações violentas ocorridas nesta madrugada no Rio de Janeiro. Depois de afirmar que ainda não recebeu a "manifestação" de Gabeira, Aécio disse que tem muito cuidado para evitar uma "conotação política" ao episódio, que não atenda à população do Estado. "Vou avaliar com muita cautela", disse."Até porque não sei em que a Câmara pode ajudar a esclarecer ou pelo menos tranqüilizar a situação do Rio", disse. Ele desconversou quando indagado se faltou firmeza à governadora Benedita Silva (PT) no combate à violência. "Estamos num momento pré-eleitoral, temos de aguardar as investigações dos atentados", afirmou. "Não contem comigo para botar lenha na fogueira", acrescentou, ao insistir que a Câmara só se manifestará sobre a situação do Rio se realmente puder ajudar a população.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.