Aécio participa de solenidade com Lula

O governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB) participou nesta quarta-feira de uma solenidade ao lado do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, candidato à reeleição pelo PT e principal rival do postulante do seu partido, Geraldo Alckmin, e prometeu que repetirá, se necessário, essa atitude ao longo da campanha eleitoral. Segundo Aécio, estavam no Museu Casa Natal de Santos Dumont, no Parque Cabangu, em Santos Dumont (MG), não adversários políticos, mas "o presidente e o governador de Minas Gerais", em ato administrativo, para homenagear o centenário do primeiro vôo do avião 14 BIS em Paris, a ser completado em outubro. Na véspera, contudo, o PSDB mineiro chegara a anunciar que Aécio não iria ao evento, por causa do confronto político entre as duas legendas."Não é porque alguém é meu adversário que tem todos os defeitos, não é porque alguém é meu aliado que tem apenas virtudes", disse Aécio. "Portanto, estou aqui com muita satisfação comemorando uma data que para o Brasil é muito importante, mas para Minas Gerais é uma das mais grandiosas páginas da nossa história", disse. A atitude de Aécio contrasta com a do comando da campanha do PSDB e do PFL à Presidência, que ataca duramente o presidente, acusando-o de leniência com os casos de corrupção. Na visita ao museu, de caráter oficial, o presidente, ao lado do governador, de ministros e de autoridades locais, conheceu as obras de construção da sede administrativa, feitas com cerca de R$ 600 mil em recursos do governo federal, para abrigar o acervo do inventor, considerado pelos brasileiros o Pai da Aviação e nascido no local.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.