Itamar Aguiar
Itamar Aguiar

Aeronautas e aeroviários entram em estado de greve

Categoria reivindica aumento salarial de 12%, entre outros benefícios, e pode cruzar os braços a qualquer momento

O Estado de S.Paulo

09 Janeiro 2016 | 17h21

Aeronautas e aeroviários de Guarulhos, Porto Alegre, Campinas e Recife e das bases do Sindicato Nacional dos Aeroviários podem paralisar suas atividades a qualquer momento em aeroportos de todo o País, depois que foi decidido estado de greve por assembleias realizadas na noite da quinta-feira, 7. 

A decisão visa pressionar as empresas do setor para atenderem às reivindicações da categoria.

As assembleias aprovaram contraproposta salarial, que será apresentada às companhias aéreas no dia 14. 

Entre as reivindicações estão aumento salarial de 12%, sendo 10,97% de reposição da inflação referente à data-base de 1º de dezembro e 0,93% de ganho real. 

Também são pedidas elevação de 15% de pisos salariais e alta de 20% no valor da cesta básica. 

Mais conteúdo sobre:
AeroportoGreve

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.