Aeronautas e aeroviários fazem passeata em direção ao Galeão

Caso as negociações para reajuste salarial não sejam definidas, as categorias prometem entrar em greve na segunda quinzena de dezembro

estadão.com.br,

01 de dezembro de 2011 | 11h43

SÃO PAULO - Cerca de 400 aeroviários e aeronautas começaram por volta das 9h30 desta quinta-feira, 1, uma passeata em direção ao Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio, como parte da campanha salarial unificada das categorias. O grupo estava reunido desde as 8 horas, em frente a um posto de gasolina, próximo ao aeroporto.

Os aeronautas decidiram em assembleia, no último dia 28, com o objetivo de avançar nas negociações com o Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias - SNEA, pela redução do índice reivindicado para o reajuste salarial de 13% para 10%. O índice de 20% de aumento sobre as diárias também foi reduzido para 14%.

Já os aeroviários, em campanha unificada com os aeronautas, também reduziram os índices reivindicados para o aumento salarial e os pisos, em assembleia realizada ontem. A categoria reivindicava 20% de aumento salarial e diminuiu para 14%, e nos demais pisos da categoria diminuiu de 13% para 10% de aumento.

Caso as negociações não cheguem a um acordo, as categorias prometem entrar em greve na segunda quinzena de dezembro. Segundo o sindicato, a data só será divulgada próximo ao dia marcado.

Segundo o sindicato dos Aeroviários do Rio, a pauta com as reivindicações foi entregue no dia 1 de outubro, bem antes do prazo estabelecido, com o objetivo de evitar este contratempo. Cada categoria decidirá, em assembleia, os rumos da greve.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.