Aeronautas pedem apoio de entidade internacional para investigar acidente

Representantes do Sindicato Nacional dos Aeronautas disseram nesta segunda-feira, 2, que vão encaminhar à Aeronáutica pedido para que um profissional da International Federation of Air Line Pilots´ Associations (Ifalpa), entidade internacional de pilotos da aviação civil, integre a comissão que investiga o acidente com o avião da Gol, ocorrido na sexta-feira, 29. "O sindicato já participa das comissões de investigação de acidentes. Vamos solicitar à Autoridade Aeronáutica a participação da Ifalpa para o acompanhamento da investigação", disse Gabriela Baggio, presidente do sindicato. "Não temos respostas ainda para as dúvidas e suposições que foram levantadas. É muito cedo para ter os motivos (do acidente) e as respostas", acrescentou. Os sindicalistas e integrantes da Ifalpa, que participam de um encontro no Rio, defendem a criação de uma agência independente de investigações de acidentes, como recomenda a Organização Internacional da Aviação Civil (OACI). Hoje, as investigações são realizadas pelo Centro de Investigação e Prevenção (Cenipa), órgão da Aeronáutica. "Quem fiscaliza não pode investigar", afirmou Celio Eugênio, agente de segurança de vôo e assessor do sindicato.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.