Aeronáutica divulga balanço das ações realizadas em Cachimbo e na fazenda Jarinã

O Centro de Comunicação Social da Aeronáutica divulgou na noite deste sábado nota com balanço das ações realizadas na região de Cachimbo e na fazenda Jarinã, que é usada como base no trabalho de resgate das vítimas que estavam no Boeing da Gol, que caiu depois de se chocar com um jato Legacy no último dia 29. De acordo com a Aeronáutica, foram descolados oito helicópteros (sete FAB e um do Exército) para o transporte para a área do acidente. As condições meteorológicas na região foram favoráveis às atividades de busca e resgate. Mais de 390 pessoas, entre militares da FAB, do Exército, bombeiros, peritos e legistas, participaram das buscas realizadas neste sábado. Do total, cerca de 180 atuaram diretamente na fazenda Jarinã e na área do acidente. Às 17 horas, uma aeronave decolou da fazenda Jarinã com destino a Brasília, levando um despojo encontrado na sexta-feira para identificação no Instituto Médico Legal (IML). No domingo, os militares envolvidos na procura das vítimas restantes continuarão as buscas mais detalhadas na área do acidente, revirando a vegetação e os destroços da aeronave.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.