Aeronáutica investiga acidente com avião da TAP em Brasília

Aeronave tocou a ponta da asa num poste de iluminação no aeroporto Juscelino Kubitschek; não houve feridos

Célia Froufe e Eduardo Rodrigues,

15 Abril 2013 | 11h59

A Aeronáutica começou a colher informações sobre os fatores que contribuíram para o acidente ocorrido com uma aeronave da empresa portuguesa TAP no Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, em Brasília. Na tarde de sábado (13), um Airbus A-330 tocou a ponta da asa num poste de iluminação enquanto se dirigia ao pátio do estacionamento. Ninguém ficou ferido no acidente.

Por meio de nota, a Aeronáutica informou que o avião pousou às 14h52 na pista da esquerda do aeroporto e, depois do ocorrido, foi rebocado. Uma equipe do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) foi até o local para colher mais informações.

Com o episódio, a aeronave da companhia portuguesa não pôde fazer a viagem de volta, com destino a Lisboa (Portugal). A companhia decidiu dar prioridade, no próprio sábado, para parte dos cerca de 200 passageiros que seguiria para a Europa e que já tinha assumido compromissos na capital portuguesa.

De acordo com a assessoria de imprensa da TAP, eles voaram para Lisboa após fazer uma conexão em São Paulo. No domingo (14), o restante dos viajantes embarcou num voo direto, realizado à tarde, com uma aeronave da própria companhia.

Mais conteúdo sobre:
AviãoTAPAcidente

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.