Divulgação
Divulgação

Aeronáutica usa Turma da Mônica para ajudar na preveção de acidentes aéreos

Gibi educativo busca conscientizar sobre os perigos de soltar balões, usar laser e alimentar animais perto de aeroportos

Mônica Reolom, O Estado de São Paulo

26 Setembro 2015 | 08h00

SÃO PAULO - A Aeronáutica aposta na influência das crianças sobre os adultos para mudar hábitos que ameaçam a segurança na aviação – e, para a tarefa, conta com a parceria de um dos maiores autores infantis brasileiros: Mauricio de Sousa. Com tiragem de um milhão de exemplares, será lançado hoje um gibi da Turma da Mônica que explica, por meio do personagem Chico Bento, o perigo de alimentar aves nas proximidades dos aeroportos, já que os animais podem entrar nas turbinas do avião.

“A educação e a conscientização sobre a importância da segurança de voo é eficaz quando iniciada ainda na infância. Além disso, crianças são potenciais formadores de opinião na família”, afirma o coronel Alexandre Prado, chefe da Divisão Operacional do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa).

Mauricio de Sousa concorda com a estratégia: “Criança é muito ativa e com certeza influencia nas ações e costumes da família. Por isso, essa revista sobre os cuidados para quem mora nas imediações de aeroportos tem uma grande força para evitar acidentes com os aviões”.

O convite da Aeronáutica para o autor participar do projeto ocorreu ainda em 2013, quando saiu a primeira edição da revista (com 850 mil exemplares) e que tratava dos perigos do uso dos lasers e dos balões perto de aeródromos. Agora, foram reimpressos 500 mil desses gibis para serem distribuídos junto com os novos em aeroportos, escolas e eventos aeronáuticos.

O lançamento ocorre hoje em São Paulo durante evento fechado promovido pela Aeronáutica a crianças de baixa renda. Mais de 500 meninos e meninas de diversas instituições sociais participarão de atividades no hangar da Força Aérea Brasileira no Campo de Marte, zona norte. Eles terão a companhia da Turma da Mônica e de Mauricio de Sousa, que vai distribuir autógrafos para as crianças.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.