Aeroporto de Porto Alegre reabre; em SP operam por instrumentos

Neblina causou fechamento do Aeroporto Salgado Filho e Congonhas e Cumbica operam por instrumentos

Solange Spigliatti, estadão.com.br

30 de junho de 2011 | 11h11

SÃO PAULO - O Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre, voltou a operar para pousos e decolagens por volta das 8h40 da manhã desta quinta-feira, 30, após ficar fechado por conta da forte neblina na região.

 

Segundo a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), as operações foram interrompidas às 5h40 e o aeroporto reabriu somente para decolagens às 8h23, permanecendo fechado para pousos. Logo depois, às 8h38, os pousos e decolagens começaram a operar com auxílio de instrumentos.

 

Por conta da paralisação, até as 10 horas, dos 22 pousos programadas para o período, sete foram cancelados e 10 estavam com atrasos de mais de meia hora. Entre as 37 partidas previstas, sete foram canceladas e 24 estavam atrasadas.

 

São Paulo. Em São Paulo, a neblina também atrapalhou as operações dos aeroportos de Congonhas, na zona sul da capital paulista, e em Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo.

Em Congonhas, as operações de pousos e decolagens são feitas com auxílio de instrumentos desde sua abertura, às 6 horas da manhã. Já no Aeroporto Internacional de Cumbica, em as operações são realizadas por instrumentos desde a madrugada. Um voo vindo de Salvador, na Bahia, foi alternado para Ribeirão Preto, no interior de São Paulo.

 

Segundo a Infraero, em todo o país, do total de 857 voos previstos para o período, 136 apresentaram atrasos e 53 foram cancelados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.