Aeroporto de Uberlândia fica fechado após avião sair da pista

Segundo a Passaredo Linhas Aéreas, aeronave ultrapassou cerca de 200 metros dos limites na hora da aterrisagem; todos os passageiros desembarcaram normalmente

Solange Spigliatti e Priscila Trindade, da Central de Notícias

15 de novembro de 2011 | 15h46

SÃO PAULO - O Aeroporto Tenente Coronel Aviador Cesar Bombonato, na cidade mineira de Uberlândia, ficou fechado para pousos e decolagens por cerca de cinco horas após um avião da companhia aérea Passaredo sair da pista, nesta terça-feira, 15.

 

A aeronave, que saiu do Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo, em direção a Uberlândia, saiu da pista por volta das 0h10, sem deixar feridos.

A Passaredo Linhas Aéreas informou que a aeronave Embraer ERJ 145 prefixo PRPSK ultrapassou cerca de 200 metros dos limites da pista ao aterrissar no aeroporto. O voo 2300 partiu de Guarulhos às 22h52 com 28 passageiros e 3 tripulantes a bordo.

 

Todos os passageiros desembarcaram normalmente. A empresa informou por meio de nota que a aeronave não sofreu danos, foi removida e aguarda a análise e liberação do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) para retornar a base.

O avião foi retirado da pista às 5h24 e as operações para pousos e decolagens poderiam retornar a partir das 6h10, mas o aeroporto continuou fechado, desta vez por motivos meteorológicos.

As operações só voltaram ao normal às 9 horas, quando o aeroporto passou a operar visualmente. Por conta do fechamento, dois voos que saíram do Galeão, no Rio, e outro de Confins, em Minas, retornaram às suas origens, segundo Sérgio. Outros três voos foram cancelados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.