Aeroporto de Uberlândia fica fechado após avião sair da pista

Segundo a Passaredo Linhas Aéreas, aeronave ultrapassou cerca de 200 metros dos limites na hora da aterrisagem; todos os passageiros desembarcaram normalmente

Solange Spigliatti e Priscila Trindade, da Central de Notícias

15 Novembro 2011 | 15h46

SÃO PAULO - O Aeroporto Tenente Coronel Aviador Cesar Bombonato, na cidade mineira de Uberlândia, ficou fechado para pousos e decolagens por cerca de cinco horas após um avião da companhia aérea Passaredo sair da pista, nesta terça-feira, 15.

 

A aeronave, que saiu do Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo, em direção a Uberlândia, saiu da pista por volta das 0h10, sem deixar feridos.

A Passaredo Linhas Aéreas informou que a aeronave Embraer ERJ 145 prefixo PRPSK ultrapassou cerca de 200 metros dos limites da pista ao aterrissar no aeroporto. O voo 2300 partiu de Guarulhos às 22h52 com 28 passageiros e 3 tripulantes a bordo.

 

Todos os passageiros desembarcaram normalmente. A empresa informou por meio de nota que a aeronave não sofreu danos, foi removida e aguarda a análise e liberação do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) para retornar a base.

O avião foi retirado da pista às 5h24 e as operações para pousos e decolagens poderiam retornar a partir das 6h10, mas o aeroporto continuou fechado, desta vez por motivos meteorológicos.

As operações só voltaram ao normal às 9 horas, quando o aeroporto passou a operar visualmente. Por conta do fechamento, dois voos que saíram do Galeão, no Rio, e outro de Confins, em Minas, retornaram às suas origens, segundo Sérgio. Outros três voos foram cancelados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.